Cirurgia Plástica do Prazer

Postado em Cirurgia Íntima by Plástica Montenegro

Por Marina Sartori Jornalista

Graças às conquistas femininas das últimas décadas, mais um tabu foi quebrado e a Cirurgia Plástica Íntima ganha cada vez mais adeptas. Mas os motivos são outros. O que antes era procurado para corrigir defeitos estéticos ou consequências do envelhecimento, agora está a serviço do prazer e da autoestima da mulher.

Operações plásticas em regiões íntimas são conhecidas há muito tempo, mas nunca foram objetos de desejo por mulheres jovens e saudáveis. De acordo com o cirurgião, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Dr Wagner Montenegro, “a procura pela cirurgia da intimidade se restringia a mulheres maduras que desejavam corrigir os efeitos do envelhecimento e consequências do parto normal”. É comum que ocorram problemas após o parto, quando há rompimento vaginal, como o prolapso de bexiga ou reto. Porém, a Perineoplastia, cirurgia que enrijece a musculatura do interior da vagina, atualmente, faz sucesso entre pacientes adultas que querem corrigir o alargamento da região, em busca de maior satisfação sexual.

Popularmente chamada de Cirurgia Plástica do Prazer, o procedimento consiste na retirada de parte da mucosa e a aproximação do músculo, recuperando as condições naturais do local. A operação, apesar de delicada, é ambulatorial e pode ser realizada com anestesia local ou peridural, em cerca de 30 minutos. Os pontos utilizados são absorvíveis e, portanto, a paciente só precisa retornar ao consultório para exame de rotina. Em dois dias as atividades do dia a dia estão liberadas, mas deve-se evitar o sexo por, pelo menos, um mês.

“Os resultados são impressionantes. Se soubesse o quanto ficaria feliz, teria feito a cirurgia muito antes”, confessa Gabriela (nome fictício), de 42 anos. Ela foi operada em Minas Gerais, em dezembro de 2008. “Foi um presente de Natal do meu marido, mas disse a ele que foi para nós dois”, conta alegre.

Gabriela não é a única que aprovou a Perineoplastia, mulheres de todo o país se mostram satisfeitas e não há casos registrados de complicações no pós-operatório, mostrando-se um procedimento de baixo risco.

Além da Cirurgia do Prazer, várias alterações anatômicas na genitália feminina podem ser corrigidas por cirurgias plásticas e, igualmente, trazem bem-estar e autoconfiança à mulher. A Ninfoplastia reduz os pequenos lábios vaginais e a lipoaspiração do monte de Vênus reduz as medidas da área pubiana, entre outros procedimentos cirúrgicos. Além dos tratamentos dermatológicos, como a depilação definitiva.

As soluções estão aí. Agora basta deixar a vergonha de lado e agarrar mais essa oportunidade que a medicina proporciona e ser feliz!



Cirurgia Plástica | Prótese de Silicone | Lipoaspiração | Clínica de Cirurgia Plástica