Uso de drogas diversas pode gerar Ginecomastia

Postado em Ginecomastia by Plástica Montenegro

<!–[if gte mso 10]–>

Por Marina Sartori Jornalista

Além das causas genéticas e fisiológicas em geral, a Ginecomastia, de acordo com estudos recentes, pode estar relacionada ao consumo de algumas drogas comuns entre jovens, como anabolizantes, cerveja e maconha. A Ginecomastia é uma alteração no peitoral masculino que faz com que tenha aparência de mamas femininas. Apesar de se falar muito pouco sobre o assunto, este problema atinge cerca de 40% da população, em maior ou menor grau.

Ela pode ser o aumento do tecido gorduroso do peitoral por causa de aumento de peso, ou em decorrência do crescimento da glândula mamária, também presente nos homens, mas inativa. O órgão é como um resquício da fase embrionária e não tem função alguma.

Recentes descobertas da Endocrinologia detectaram que os anabolizantes, utilizados para aumentar a massa muscular por muitos jovens, possuem altos níveis de testosterona. O organismo, em defesa, pode transformá-la em estrogênio, o hormônio básico da mulher que garante as principais características do sexo feminino. O resultado é o aparecimento de traços femininos em geral no homem, sendo a Ginecomastia um deles.

A cirurgia plástica para sua correção é a retirada da glândula mamária desenvolvida, com anestesia local, sedação ou geral. Caso haja somente excesso de gordura, o cirurgião realiza uma lipoaspiração e isto basta para o aspecto de peitoral masculino voltar ao normal. Mas há pacientes que possuem os dois problemas, justamente por causa da ação do estrogênio. Então, após a Lipoaspiração, é feita uma incisão – em local escolhido pelo médico para que proporcione uma cicatriz discreta – para a retirada parcial da glândula.

O pós-operatório pode ser incômodo devido a dores e inchaço. Analgésicos e antiinflamatórios são prescritos para evitar desconforto e evitar infecções. É recomendado o uso de cinta para conter a retenção de líquidos e manter a sutura segura contra abertura de pontos. É muito importante evitar movimentação brusca dos braços e exercícios físicos por pelo menos um mês após a cirurgia. Manter o peso é ideal para que o problema não volte. Portanto esportes e academia estão liberados após o período de recuperação.

Para saber mais ou marcar uma consulta, acesse Montenegro Cirurgia Plástica.<–>



Cirurgia Plástica | Prótese de Silicone | Lipoaspiração | Clínica de Cirurgia Plástica