janeiro-03

O estômago alto, também conhecido como barriga estufada, é um incômodo para quem busca um abdômen lisinho e pode ocorrer devido a vários fatores, como o biótipo corporal (alguns tipos de corpos, como o oval e o triangular, são mais propensos a apresentarem o “problema”), a gordura intra-abdominal (que quando acumulada com predominância intra-abdominal, deixa o abdômen mais globoso), gases e inchaço após a abdominoplastia.

Relação com a abdominoplastia

Pacientes se queixam de “estômago alto” com mais frequência nos primeiros meses após a plástica de abdômen, isso está associado ao edema (famoso inchaço), devido à organização dos tecidos de cicatrização. Em outras situações, pode ter acontecido dos pontos de “amarração da musculatura” – que funcionam como uma espécie de espartilho cirúrgico – terem se soltado (mas isso não é frequente).

Como resolver

Invista na ingestão de alimentos funcionais, que são grandes aliados na redução da distensão abdominal (são altamente ricos em fibras), e no chá verde, que possui polifenóis. Além disso, a drenagem linfática é imprescindível, uma vez que após uma cirurgia, nosso corpo costuma reter mais líquidos do que o normal, e essa massagem terapêutica irá auxiliar na diminuição de retenção de líquidos, melhorando a circulação.