Plástica Montenegro

Cirurgias Plásticas

Abdominoplastia

Dermolipectomia de abdome / abdominoplastia / plástica de abdome

Veja o vídeo
Explicativo

Toda mulher deseja eliminar aquela barriguinha indesejável, principalmente quando decide colocar um biquíni ou uma blusa mais curta. Em alguns casos, a lipoaspiração dá conta em resolver o problema. Porém, em outros, somente uma dermolipectomia de abdome (dermo = pele; lipo = gordura; ectomia – retirada) poderá resultar naquela barriga lisinha que tanto sonhamos. A plástica abdominal, ou abdominoplastia, é um dos procedimentos mais realizados em cirurgia plástica. Em geral, fatores como gestações múltiplas e a genética contribuem para o desenvolvimento de flacidez da pele, depósitos de gordura e marcas de distensão na região abdominal. Mesmo a perda de peso substancial pode contribuir para o desenvolvimento de flacidez da pele abdominal. Como dietas e rotina de atividades físicas não surtem efeito na área flácida – apesar de reduzir, sim, o seu volume – o abdome pode assumir tamanho desproporcional em relação ao corpo como um todo.

A abdominoplastia pode durar entre duas e cinco horas e é realizada com anestesia local na maioria dos casos. Muitas vezes é associada à lipoaspiração, dando melhor contorno corporal. Não é necessário mais do que um dia de internação no hospital.

A abdominoplastia remove o excesso de pele, a flacidez muscular e os depósitos de gordura. Este é um procedimento recomendado para pessoas que perderam muito peso e mulheres que já tiveram gestações e não pretendem ter outros filhos. Isso porque estes acontecimentos – junto com os efeitos do tempo – enfraquecem os músculos abdominais verticais. Além disso, gestações futuras, alterações do peso e cicatrizes de cirurgias anteriores podem reduzir a eficácia e longevidade do tratamento.

É importante lembrar que a cirurgia não pode ser considerada tratamento de obesidade ou alternativa à dieta e aos exercícios físicos. Os pacientes que desejam realizá-la devem ter hábitos saudáveis e estar relativamente em forma.

O pré-operatório do procedimento consiste na realização de todos os exames laboratoriais prescritos pelo médico, na suspensão de medicamentos anticoagulantes – como o ácido acetilsalicílico – e em ter cigarro e bebidas alcoólicas evitados nos dias anteriores à cirurgia. Além disso, deve ser realizado jejum absoluto de sólidos e líquidos nas oito horas que antecedem o procedimento. Em caso de gripe ou mal estar, o médico deve ser avisado.

Especificações

Anestesia: local com sedação ou peridural alta
Duração da cirurgia:entre duas e cinco horas
Tempo de internação: entre 12 e 24 horas
Pré-operatório: realização de exames laboratoriais e suspensão do uso de medicamentos como, por exemplo, anticoagulantes
Pós-operatório: uso obrigatório de cinta cirúrgica por, no mínimo, dois meses
Tempo de recuperação:2 a 3 semanas

Médico Responsável: CRM 51.769 | REQ: 14693