MONTENEGRO - Cirurgia Plástica

Mamoplastia Redutora

Mamoplastia de redução / mastoplastia

A mamoplastia redutora, também conhecida como mastoplastia, é uma cirurgia plástica que reduz o tamanho da mama, equilibrando-o às proporções de cada paciente, de acordo com a posição das aréolas, contorno mamário e estrutura corporal.

Embora grande parte das mulheres deseja seios grandes, muitas delas sofrem pelo fato de suas mamas serem desproporcionais ao seu porte físico. A hipertrofia mamária faz com que as pacientes sofram de frequentes dores na coluna, prejudicando a postura, causando pressão nos ombros devido à alça do sutiã e dificuldade de executar tarefas simples, como vestir-se ou até praticar esportes.

Problemas como a displasia mamária (disfunção da mama que provoca a formação de nódulos, retenção de líquidos e dores agudas no período menstrual) depois de detectados em exames clínicos, podem ser solucionados pelo procedimento. A mamoplastia redutora, portanto, não possui apenas um caráter estético, como também funcional, estando diretamente ligada à qualidade de vida da mulher.

Para as jovens, a situação pode ser ainda pior, pois pode gerar problemas psicossociais que dificilmente são resolvidos futuramente. O padrão feminino de beleza é algo intrínseco a nossa sociedade e o preconceito e a exclusão são grandes inimigos da auto-estima e da felicidade.

A maior vantagem da mamoplastia redutora é a possibilidade de unir a necessidade de garantir a saúde e o bem-estar à vontade pessoal de rejuvenescer, em busca da beleza.

A cirurgia pode ser realizada a partir dos 15 anos, na maioria das situações, pois, por volta desta idade, os seios já atingiram seu desenvolvimento máximo. Além disso, é na adolescência que os constrangimentos em função da aparência podem se tornar distúrbios de personalidade e dificuldades de adaptação na vida social.

Quanto à estética, os seios estão inseridos em um contexto de proporções corporais. O seu tamanho deve ser proporcional às dimensões do resto do corpo. Além das relações de proporção e harmonia, devem ser levadas em conta as características genéticas de cada paciente. Cada pessoa tem uma limitação para que o resultado final seja natural.

O pré-operatório do procedimento consiste na realização de todos os exames laboratoriais prescritos pelo médico, na suspensão de medicamentos anticoagulantes – como o ácido acetilsalicílico – e em ter usado cigarro ou consumido bebidas alcoólicas dias antes da cirurgia. Além disso, deve ser realizado jejum absoluto de sólidos e líquidos nas oito horas que antecedem o procedimento. Em caso de gripe ou mal estar, o médico deve ser avisado.

A duração da mamoplastia redutora varia entre duas e cinco horas e pode ser realizada com anestesia geral ou local com sedação. O tempo de internação não é superior a um dia no hospital.

A técnica utilizada na mamoplastia redutora pode variar de acordo com o formato das mamas, quantidade de pele flácida retirada e o tipo de incisão. No geral, a técnica mais utilizada pelos cirurgiões é a chamada “T invertido” ou “âncora”, que consiste em uma incisão ao redor da aréola – que é reposicionada para ficar na altura ideal – prolongando-se em uma linha vertical até o sulco mamário e horizontalmente acompanhando a curva natural da mama.

mamoplastia redutoramamoplastia redutora
vincoslocla de maior irritação
técnicascorte
local do cortecortes
retiradaretirada
retirada

O tamanho da incisão varia de acordo com o volume da mama e o tamanho que se deseja alcançar, mas o formato da cicatriz é sempre o mesmo. Em alguns casos, além da retirada de pele, pode ser necessária uma pequena lipoaspiração para remover o excesso de gordura localizada nas mamas, proporcionando um volume ainda menor após a cirurgia.

retiradacostura
costuracostura

Pós–Operatório

A tecnologia, associada aos mais recentes estudos da medicina relacionados à cirurgia plástica, permite que a mamoplastia redutora apresente uma cicatriz cada vez menos perceptível e de aparência fina e pequena. Porém, é importante lembrar que o resultado da cirurgia e o sucesso da cicatrização estão diretamente relacionados ao cumprimento das orientações médicas.

Durante o pós-operatório, é comum a presença de edemas e equimoses – que desaparecem com o tempo – e dores leves, que são controladas com analgésicos prescritos pelo cirurgião.

É importante manter repouso relativo durante os oito primeiros dias após o procedimento. Dormir de bruços não é recomendado, mas uma posição confortável de lado, que não comprima o tórax, é permitida. Deve-se evitar dirigir por, no mínimo, três semanas após a cirurgia.

O uso do sutiã cirúrgico é obrigatório por, no mínimo, trinta dias. Deve-se evitar fazer esforço, levantar os cotovelos mais de 45º em relação ao tronco e carregar peso por, pelo menos, um mês. Os pontos não podem ser molhados e são retirados aproximadamente duas semanas após a cirurgia. Caminhadas estão liberadas a partir de quinze dias, e esportes como natação, vôlei e musculação, depois de três meses. No início, as cicatrizes devem ficar avermelhadas e o resultado é gradual. O definitivo pode ser percebido após cerca de seis meses.

cicatrizaçãoresultado
antes e depoismulher de bikini

DICA: É importante lembrar que a mamoplastia redutora é uma cirurgia e, como toda cirurgia, requer cuidados especiais para se obter o resultado desejado. Esforços prematuros podem prejudicar a cicatrização e o efeito do resultado.

Quer saber realmente a melhor maneira de descobrir as respostas relacionadas à mamoplastia de redução?

Agende uma consulta com o cirurgião plástico. Ele é a pessoa mais qualificada para analisar o seu caso, porque cada organismo responde de maneiras diferentes aos procedimentos de cirurgia plástica, cirurgia estética e tratamento dermatológico. O cirurgião plástico é quem encontra a melhor forma de solucionar a sua queixa, desconforto ou constrangimento em relação a sua aparência. É no consultório que todas as dúvidas são esclarecidas, além de ser o lugar em que paciente e cirurgião plástico chegam num consenso sobre a cirurgia plástica escolhida, as melhores técnicas, as precauções, se é recomendada realmente a cirurgia. Mas se a sua pergunta sobre determinada técnica não for pessoal e puder ser respondida via e-mail, estamos dispostos a respondê-la por meio do endereço: faleconosco@plasticamontenegro.com.br


Especificações
  • Idade recomendada: a partir dos 18 anos
  • Anestesia: local com sedação ou geral
  • Duração da cirurgia: entre 2 a 5 horas
  • Tempo de internação: entre 12 e 24 horas
  • Pré-operatório: realização de exames laboratoriais e suspensão do uso de medicamentos como, por exemplo, anticoagulantes
  • Pós-operatório: uso de sutiã cirúrgico por, no mínimo, um mês
  • Tempo de recuperação: 7 a 14 dias
Montenegro na mídia
Veja Mais
Montenegro Cultural
Montenegro Cultural

O espaço destinado à difusão e estímulo da cultura, sobretudo quando é divulgada por meio das artes e da ciência - o projeto é desenvolvido e mantido pela Clínica Montenegro.

Bela Ação
Bela Ação

Como a missão de apoiar e dar visibilidade a Organizações Não Governamentais (ONGs) de pequeno porte, alavancando o desenvolvimento dos trabalhos à comunidade - o projeto é desenvolvido e mantido pela Clínica Montenegro.Saiba mais